Início > Amistosos > Flórida Cup 2015 – 2° rodada – Corinthians 2×1 Bayer Leverkusen (ALE)

Flórida Cup 2015 – 2° rodada – Corinthians 2×1 Bayer Leverkusen (ALE)

17 de janeiro de 2015

O time do povo entrou em campo pela segunda partida da Flórida CUP, desta vez jogando em um estádio de verdade e não naquele puxadinho que foi o jogo da última quinta feira

Ainda penando pela falta de preparo físico, o time resolveu correr um pouco mais e mostrou mais vontade em campo.

Mas logo de cara tomou um gol do time do Bayer, um gol de um ucraniano e foi um belo gol.

O time mostrando vontade, foi para cima do time alemão e criava boas chances.

Para desespero de muita gente, aos 30 minutos, Guerrero empata o jogo em uma baita cabeçada no qual o goleiro Leno não conseguiu pegar.

No segundo tempo o time não mudou inteiro, apenas 6 jogadores  e no decorrer da partida e com isso o time conseguiu virar o jogo após cruzamento de Fagner e gol novamente de Guerrero.

O jogo serviu como um teste razoável, não da para levar a sério da Flórida CUP e muito menos a vontade dos alemães, mas serviu para mostrar que Mendoza é só correria, joga absolutamente nada, Lodeiro continua sendo Lodeiro, Renato Augusto precisa de boa vontade pra jogar e Felipe vai nos dar uma penca de sustos.

E precisamos de reserva urgente para Fábio Santos que não aguenta mais correr.

Local: EverBank Field, em Jacksonville (EUA)
Data: 17 de janeiro de 2015, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Kevin Terry Jr. (Estados Unidos)
Assistentes: Ramon Bermudez e Daniel Gutierrez (ambos dos Estados Unidos)
Cartões amarelos: Petros (Corinthians); Castro e Bender (Bayer Leverkusen)
Gols: CORINTHIANS: Guerrero, aos 30 minutos do primeiro tempo e aos 13 do segundo; BAYER LEVERKUSEN: Yurchenko, aos 13 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Edílson), Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias (Bruno Henrique), Renato Augusto (Danilo) e Lodeiro (Petros); Emerson (Mendoza) e Guerrero (Luciano)
Técnico: Tite

BAYER LEVERKUSEN: Leno (Kresic); Hilbert, Spahic (Rolfes), Boenisch (Wendel) e Boeder; Lars Bender (Frey), Gonzalo Castro (Reinartz), Yurchenko (Brandt) e Calhanoglu (Henrichs); Drmic (Kiessling) (Brasic) e Bellaric
Técnico: Roger Schmidt

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: