Início > Brasileiro 2014, Campeonato Brasileiro > Campeonato Brasileiro 2014 – 32° rodada – Corinthians 2×2 Coritiba (PR) – A culpa é do cachorro

Campeonato Brasileiro 2014 – 32° rodada – Corinthians 2×2 Coritiba (PR) – A culpa é do cachorro

2 de novembro de 2014

Sábado de chuva e nos embalos do sábado a noite, o time do povo entrou em campo para enfrentar o time do Coritiba (PR) em mais uma jornada do campeonato brasileiro de 2014.

O time do povo, que tem Mano Menezes que segundo a diretoria do  Corinthians não terá seu contrato renovado, entrou com a formação com 3 meias, sendo Elias, Danilo e Renato Augusto.

Começou jogando bem, foi para cima do Coritiba (PR), mas nada conseguia fazer, pela falta de um centroavante lá na frente, jogávamos com Malcom e Luciano lá na frente, mas nada adiantava.

Neste interim, começou o show de horrores da arbitragem de alguém que é aspirante a FIFA, o Sr. Jean Pierre Gonçalves Lima do Rio Grande do Sul desandou a fazer besteira.

Ele é que é um árbitro regular, primeiro marcou um penalti inexistente a favor do Corinthians, depois, com bate boca entre jogadores e arbitragem, o árbitro assistente adicional 1 o senhor Francisco de Paula dos Santos Silva Neto chamou o árbitro e então ele desistiu da marcação de penalidade e então iria dar bola ao chão.
A bola ao chão dada pelo árbitro foi a seguinte, ele entregou a bola para o goleiro Vanderlei do Coritiba (PR) que chutou a bola para longe.

O árbitro além de presepeiro, desconhece a regra, porque bola ao chão é disputada por ambos os times e no máximo um fair play de dar um toquinho para o adversário.

Neste tempo de bate boca, entrou um cachorro em campo que ficou dando voltas, correndo para lá, correndo para cá, se na Arena Corinthians não tem ainda os tradicionais quero-quero, temos os cachorros entrando em campo, algo surreal e engraçado.

E o cãozinho foi prontamente resgatado pela torcida.

Continuando o jogo, o Corinthians que jogava mal e errado, continuou pior e Alex, com 100 anos de jogo, resolveu acabar com a vida do Corinthians.

Desandou a jogar bem e achou bem Robinho dentro da área e com isso pronto, gol do Coritiba (PR).

O time então ficou nervoso e com isso passou a errar passes e nitidamente percebíamos que o time estava jogando errado e com uma má vontade impressionante.

Veio então o castigo, Alex em um belo chute de fora da área, colocou 0x2 no placar e pronto, caldo entornando

Na segunda etapa, logo aos 30 segundos de jogo, Romero bate para o gol, Elias completa e gol do time do povo.

O que todos esperavam que fosse acontecer, não aconteceu. O time não foi para cima, abafar, apertar o time paranaense, ficou na mesma inércia de sempre e com isso a vaca corinthiana estava indo para o brejo.

E pior, todas as bolas alçadas na área, não ganhávamos uma única.

Então, novamente vem o árbitro fazer das suas.

Bola perdida por Bruno Henrique, Alex parte com ela, Cássio sai do gol, a bola bate no peito dele.

O bandeira 1, o Sr. José Javel Silveira marca falta, o árbitro confirma.

Começa o bate boca, a celeuma toda e pronto.

Novamente o árbitro desiste da marcação e a bola vai a tiro livre indireto e Alex recua a bola para Cássio.

O Corinthians então fica inércia de sempre e nada de sair o gol corinthiano

Até que aos 49 minutos empatamos o jogo.

Jogamos mal, mas a culpa é da arbitragem, do cachorro, menos do time

 

 

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 1º de novembro de 2014, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: José Javel Silveira (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Público: 28.099 pagantes
Renda: R$ 1.601.342,50
Gols:
CORINTHIANS: Elias, a um, e Bruno Henrique, aos 49 minutos do segundo tempo
CORITIBA: Robinho, aos 24, e Alex, aos 31 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins (Jadson) e Uendel; Bruno Henrique, Elias e Danilo; Luciano (Tocantins), Renato Augusto e Malcom (Romero)
Técnico: Mano Menezes

CORITIBA: Vanderlei; Luccas Claro, Leandro Almeida e Welinton; Ivan, Hélder (Sérgio Manoel), Rosinei, Robinho (Zé Love), Alex (Gil) e Carlinhos; Joel
Técnico: Marquinhos Santos

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: